Ação Social Arquidiocesana

Projetos desenvolvidos

 ASA - Construíndo Redes de Solidariedade

 

 

Fundo Arquidiocesano de Solidariedade (FAS)

 

 

Desde sua criação, em 1999, o FAS já apoiou mais de 200 projetos sociais e de geração de trabalho e renda,tornando-se um importante instrumento de transofrmação social na Arquidiocese de Florianópolis. Dos recursos arrecadados com a Coleta da Solidariedade, realizada no Domingo de Ramos, 60% compõem o Fundo Arquidiocesano de Solidariedade e 40% o Fundo Nacional de Solidariedade, possibilitando o apoio de projetossociais. A ASA realiza a gestão administrativa e contábil e acompanha as entidades proponentes dos projetos apoiados pelo FAS.

 

 

 

Geração de Trabalho e Renda - Econômia Solidária

 

 

 

Na busca da transformação da realidade social atua com a Economia Popular Solidária (EPS), através da formação e acompanhamento de empreendimentos de geração de trabalho e renda, compostos em sua maioria por mulheres chefesdas famílias. No acompanhamento aos grupos cria-se estratégias de atuação, contribuindo com a melhoria da viabilidade economica e com seu protagonismo.

 

 

 

 

Formação em Políticas Publicas

 

 

 

Realiza formação em políticas públicas, principalmente capacitação de conselheiros de direitos, com o objetivo de possibilitar maiorconhecimento sobre a Política Nacional de Assistência Social, já que suas entidades filiadas são relacionadas a esta política.A participação nos espaços de controle social contribui no processo de ampliação do acesso às políticas públicas e garantia de direitos. Para isso, há um grande investimento na participação qualificada de lideranças sociais.

 

 

 

 

 

Promovendo a cultura da solidariedade

 

A dimensão social da evangelização da Arquidiocese de Florianópolis constituí uma grande Rede de Solidariedade, composta por mais de 100 entidades sociais, que prestam serviços de promoção e defesa da vida digna, principalmente para as pessoas em situação de exclusão social.

A ASA atua no fortalecimento de todas as iniciativas que visem melhorar as condiçoes de vida das pessoas e comunidades em situação de vunerabilidade social, de forma integral e sustentável, despertando o espírito da caridade e solidariedade.

 

Arquidiocese a serviço da vida plena para todos:

 

70 Paroquias

54 Ações Sociais Paroquiais

06 Ações Sociais em estruturação 

10 Paróquias sem ação social.

Parceria com 42 ações sociais que possuem algum vínculo com a Igreja Católica, são elas:

 

 

 

 

 

 

 

 

Apoio aos Imigrantes e Refugiados

 

 

 

Apresentando respostas adequadas ao atendimento das demandas trazidas por estas pessoas que buscam novas oportunidades de vida, em abril de 2014 foi formado o Grupo de Apio aos Imigrantes e Refugiados, que congrega mais de 15 instituições que atuam diretamente com migrações. Este grupo visa mais vida e dignidade aos imigrantes e refugiados, tanto do ponto de vista de uma articulação da rede de atendimentos, quanto de reflexões sobre essa realidade, com propostas de políticas públicas adequadas para essas pessoas.

 

 

 

 

 

Gestão de Riscos e Desastre

 

 

 

 

O objetivo desta ação é proporcionar a preparação das pessoas e comunidades vulneráveis a catástrofes naturais, trabalahndo na prevenção, preparação, resposta e reconstrução, não reduzindo a atuação da ASA e da Igreja Católica apenas nas ações de respota com arrecadações e doações de mantimentos depois que um desastre natural acontece. Neste sentido, é realizada capacitação da comunidade, com visitas de campo, palestras, seminários, produção de materiais especificos sobre o tema e a constituição e acompanhamento de Núcleos Comunitários de Proteção e Defesa Cíveil ( NUPDEC).

 

 

 

 

Mobilizações Sociais

 

                                                               

 

Comprometida com a transformação social e com o direito à vida digna, participa nas mobilizações organizadas pela Igreja ou por organizações da sociedade civil. Nos últimos anos destaca-se o envolvimento nas seguintes mobilizações:

Essas iniciativas são amplamente apoiadas como compromisso da dimensão social Arquidiocesana, devido à sua importância na conquista da qualidade de vida.